Retorne ao SPIN

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Maçonarina evangélica. Será?

Não sei se isso é verdade, será? Nunca saberemos, uma vez que se trata de ocultismo o que, segundo o pastor Caio Fábio, não condiz com a transparência rezada pelo cristianismo.



..............................
xxxxxxxxxxxxxxx
......................................
No vídeo abaixo o pastor Caio Fábio reconhece a presença dos evangélicos na maçonaria. No final deste post o video na íntegra:



Recordando...1º Encontro de Pastores Maçons

Resumo da notícia: A Maçonaria Evangélica de Goiás (GOEG) sai das tocas do enigmatismo para disputar o ranking da sinceridade. Mais de 60 maçons evangélicos foram iniciados no dia 03 de agosto, Hotel Guanabara, Rio de Janeiro, com direito à cerimônialidades no "Rito Escocês", sigla referencial(Movimento de Integração dos Evangélicos Maçons) e a entoação de um hino de demonstração sobre a Ordem, intitulado "Somos Um Pelos Laços do Amor". Quanto amor.
Teocracia, anti-homossexualismo, fundamentalismo e Maçonaria
Pastor e Deputado Federal João Campos – Amigão do Bispo Manoel Ferreira. Pastor Assembleiano e Deputado federal pelo (PSDB/GO) líder da FPE (Frente Parlamentar Evangélica). Lembra dele? Defendeu a si próprio e também o líder máximo da Convenção Nacional das Assembléias de Deus no Brasil – Ministério Madureira, Bispo Manoel Ferreira do suposto envolvimento com o reverendo Moon, líder da seita "Igreja da Unificação. Agora está citado no site da Ordem (GOG) como membro político da maçonaria.
COMENTÁRIO A última hora
Mais uma vez denunciamos aqui as alianças entre Maçonaria e a teologia teocrática, que almeja a tomada do poder político. Agora vem à público que o líder da frente parlamentar evangélica, o deputado federal João Campos é maçom. Ora, nada me surpreendeu. João Campos tem sido um dos ícones da igreja evangélica na luta por barrar projetos de lei que vão contra a ideologia político/religiosa da máfia evangélica.
Toda vez que um poder religioso chega ao poder ele tende à comandar a sociedade segundo os seus próprios interesses. Não demorará, e essa raça do inferno lutará para aprovar leis para punir sites e Blogs na internet que criticam as suas ações. Farão a sua própria inquisição digital, escutem o que estou falando! Silas Malafaia há muito tempo vem deixando isso claro em seu programa de televisão: a minha vontade é botar na cadeia... Já disse Silas acerca de críticos blogueiros. Assistam o vídeo A soberba luciferiana de Malafaia em nosso canal no youtube e verão que não estou mentindo. Mas... Maçonaria e teocracia tem TUDO À VER!!!




.......................................
xxxxxxxxxxxxx
................................
xxxxxxxxxxxxxxxxxxx
...............................

Eu sou pastor e eu sou maçom e dai ?


Um gupo de mais de 60 maçons evangélicos se reuniram no primeiro encontro de maçons evangélicos de Goiás
 (GOEG)o encontro aconteceu no dia 03 de agosto,no Hotel Guanabara, Rio de Janeiro, com direito à cerimônialidades no “Rito Escocês”, sigla referencial(Movimento de Integração dos Evangélicos Maçons) e a entoação de um hino de demonstração sobre a Ordem, intitulado “Somos Um Pelos Laços do Amor”.
Foi o Pastor Lindemberg Mendes Viana – O que dirigiu o encontro maçônico.
Pastor e Deputado Federal João Campos – Amigão do Bispo Manoel Ferreira. Pastor Assembleiano e Deputado federal pelo (PSDB/GO) líder da FPE (Frente Parlamentar Evangélica).
 Defendeu a si próprio e também o líder máximo da Convenção Nacional das Assembléias de Deus no Brasil – Ministério Madureira, Bispo Manoel Ferreira do suposto envolvimento com o reverendo Moon, líder da seita “Igreja da Unificação. Agora está citado no site da Ordem(GOG) como membro político da maçonaria.
 maçonaria.
Pastor e Deputado Estadual Daniel Messac – Pastor da Igreja Assembléia de Deus Madureira, também está como integrante da maçonaria como evangélico e político do Grande Oriente do Estado de Goiás

Este evento que reuniu  irmãos de mais de 10 (dez) diferentes Igrejas Evangélicas quiseram dizer um “basta” para todos  recente  ataques contra pastores maçons orquestrados principalmente através da internet, em outras palavras eles mostraram a cara para dizer que não tem nada oque esconder, o Desejo deles é apenas a possibilidade da convivência harmoniosa das condições de ser evangélico e ser maçom.
...............................
xxxxxxxxxxxxxxxxx
..........................................

m


A maçonaria não tem por costume a confissão pública de suas práticas ou convicções. Muito mais, quando se trata de liderança eclesiástica envolvida com a Ordem satânica. A desinformação na cristandade, é um dos fatores que delega o diabo a destruir almas com suas mentiras. Instituir Igrejas satânicas com fachada cristã. Vestir homens sanguinários com veste sacerdotal. Eles sabem que o acesso está muito fácil: a Igreja está afastada de Cristo e da sua Palavra. Cegos que não querem enxergar. Assim, estão muitos neste momento.
Maçonaria Evangélica



Dr. José Renato Pedrosa, constantemente, vem fazendo declarações comprometedoras sobre líderes evangélicos envolvidos com satanismo na maçonaria. Em rede nacional, o delator dita nomes e afirma ter provas contundentes (a declaração gravada do Pr. Stefani Saad – Ex maçon de 33º grau e salva guarda por dez anos) de peixões do movimento evangélico pactuados com a irmandade Oriente, promovendo inclusive ameaças de morte com seguidores que tentam quebrar o silêncio. Independentemente se o pronunciador fala a verdade, ou não, estas informações deveriam ser objeto de avaliação pelas partes expostas. São caluniosas e difamatórias para uma pastoral de sucessões gloriosa. A pergunta deveria ser esta: existiu alguma disposição por parte dos caluniados de fazer alguma tentativa processual contrária para provar inocência? Movimentar suas comitivas de advogados, muito bem pagos por sinal, para calar a boca dos seus acusadores?
Raposas e seus covis
Com estas declarações circulando pelo meio de comunicação, no momento, não registra-se nenhuma refutação por parte dos citados nesta lista – as raposas ainda no covis. Uma única tentativa de explicação, muito superficial e frustrada por sinal, veio por parte do mestre da prosperidade e interlocutor dos heterossexualidade o Sr. Silas Malafaia.


Silas: o maçon.?
Silas vendeu a imagem do pregador sistemático. O exegeta interessado pelo debate. O infalível nas respostas imediatas. Para defender partiduras políticas aliadas e atacar oposições, a base de moralidades, sempre posicionado de maneira enérgica – cheio de argumentações. Para falar da PL122, fato este que o promove como poderoso “chefão dos machões”, e lhe dá motivos para exibicionismos-pragmáticos na televisão: o Super-Herói dos heterossexuais versus travestis, transsexuais e homossexuais da PL122 – claramente exibe uma preocupação e esforço com a metodologia.
Para dar a reposta se ele é maçon., ou não, ele utiliza a frase curta e breve: não. Aproveita para descreditar a internet(meio que ele não manipula) e inviabilizá-la . Marginalizar quem a utiliza, conceituando-a como instrumento de manobra de massas. Ao Invés de dizer o que pensa sobre maçonaria, introduz a filosofia relacional como forma de atuação e comportamento natural e comum para o cristão. A mensagem para seus súditos: “eu ando com eles(divergência) mas não que dizer que sou um deles. Independentemente de suas idéias e divergências, o mais importante é que todos acreditamos no nome de Jesus e na Bíblia. O espertalhação utiliza a mensagem “duplo sentido“ sabendo a maçonaria também fala de Jesus e admite a bíblia como materialidade de estudo. A tentativa deste indivíduo, foi explicar que não é maçon. sem ofender a maçonaria. Para isso nada melhor do que a neutralidade neste discurso.
Concluímos…
Os delatores, Dr. José Renato Pedrosa e Pr. Stefani Saad, não podem ter o mesmo privilégio que Silas, expressar os fatos via Rede Bandeirantes de Televisão em canal aberto. Se o fizeram, fizeram pela via público-democrática: via cabo. O Silas e a patota da lista-maçônica sabe disso. Utilizam muito bem a força televisivo-institucional “corporativista” para desmentir o que lhe comprometem. Como cristãos podemos dizer abertamente: a maçonaria é satânica. Arquiteta do futuro governo do anticristo(Nova Ordem Mundial), cujo estrutura político-mundial está formada(G7+10 Blocos) como predito por Jesus no texto apocalíptico(13). O Silas não. Ele não pode falar e não vai falar. Seus argumentos ficam na superfície quando o tema é maçonaria. Um Silas que omite os fundamentos e argumentos da fé quando temática é filosofia-religiosa. Utilizado de arrogâncias e autoritarismo acredita ser suficiente sua “palavra”. Valoriza o aspecto formal acetinado e o figurino de mestrado de seu programa para convencer o público cristão de que tudo não passa de calúnias contra um vencedor ou ódio do diabo contra o “servo de Deus“. Para finalizarmos este assunto, de uma vez, convocamos o Sr. Silas Malafaia, e a cambada toda da lista, a tratarem de forma inteligível o assunto(Maçonaria e a Igreja evangélica), com o mesmo interesse que o representado dedica-se para falar de política, prosperidade e PL122. Desafiem os tais a dizer o que pensam sem neutralidade. Queremos de Silas uma bíblia de opiniões sobre esta organização secreta e satânica chamada “maçonaria”. Se afrouxar sua fala. Apresentar sua insígnia triunfante como forma de intimidação e filosofar(unidade, diversidade e tolerância)não assuste, é o Silas Malafaia original. Um bom maçon.

..........................
xxxxxxxxxxxxxxxxxx
............

SILAS MALAFAIA E A MAÇONARIA

Indesejável. Falar sobre maçonaria é repugnante e péssimo. Tratamos o assunto em razão a teimosia deste organismo. O mesmo insiste manter pontos de operação institucional “agentes” dentro do cristianismo evangélico para corromper segmentos da Igreja com suas utopias e filosofias satânicas. Quanto a maçonaria oculta “evangélica“, a sensação é pior: impotência. Uma mistura de tristeza, revolta e indignação. Assim expressamos o que sentimos quando nos deparamos com um destes ícones do meio evangélico “maçônicos” ativando suas mentiras, mentiras estas que estão à convencer a sociedade cristã de que tudo não passa de um equívoco ou calúnia partidária. Quando indagados sobre o assunto “ser ou não ser” saem pela tangente como mestres da fuga: Não sou maçom. Também não é contra que é.
Os leitores lembram dos Deputados e Pastores Daniel Messac e João Campos? Estes execráveis estão recorrendo as vias do poder público, que lhe muito favorecem, para exigir que seu nomes sejam excluído da matéria “maçonaria evangélica reunida” escrita no dia 23 de setembro de 2011, aonde denunciamos por este blog a participação destes indivíduos em uma festividade maçônica pela iniciação de mais de 80 líderes evangélicos para o G.O.B. O site oficial do Grande Oriente de Goiás(G. O. G) registra sua presença dos Deputados e Pastores da Assembléia de Deus Madureira, recebendo condolências de um Grão Mestre. O dois, por telefone, alegam não ser maçom e ameaça vir contra a Igreja Cenáculo da fé caso não seja tirado seus nomes da lista. Tenta enganar o povo com o discurso da celebridade política: não sou maçom. Diríamos, não tem nada contra quem é e estava lá na festinha do diabo por uma questão de experiência espiritual ecumênica?
 Não foi o único caso. O Excelentíssimo PASTOR DJAIR BATISTA SILVÉRIO recebeu o título de melhor cidadão de Osasco pelo ROTARY CLUB, na presença do vereador Rubinho Bastos, autor da proposta; o prefeito de Osasco, senhor Emídio de Souza, o deputado federal, João Paulo; os vereadores Missionária Dionísia Luvizotto e Toniolo; Vereador Rubinho, Prefeito Emídio de Souza, Vereador Osvaldo Vergínio e Deputado João Paulo de Cunha. A cerimônia foi na sua própria Igreja “Avivamento da fé”. O mesmo foi para guerra em defesa de sua imagem de “pastor” devido a repercussão desta matéria em seu ministério. Pediu para que tirássemos a matéria “Título de melhor ator e cidadão maçônico” com a mesma alegação: não sou maçom. Não pudemos atender seu pedido.
Outro que está na lista dos “encurralados” é o psicólogo da prosperidade Silas Malafaia. A mesma face do diabo. Parece o Golias da telinha. Utilizado dos meios de comunicação, este indivíduo joga em defesa de seus interesses. Quando ameaçado por alguma matéria, a preocupação deste estrategista é desmoralizar fontes: chamar de ignorantes e vagabundos os que lhe atacam . No caso, quando o assunto é maçonaria entra com o mesmo argumento de todos: não sou maçom, e não preciso ficar aqui me justificando. Não é maçom, não e contra que é e esta lá aonde a maçonaria está para experiência?
Segundo a matéria da Revista Enfoque Gospel, de edição 72/2007, pag.79 e 79, Silas Malafaia anda nos bastidores do Rotary Clube e Lions, entidades paramaçônicas de filantropismo, como palestrante. Acredito que seja as teorias de prosperidade e moralismo heterossexual. O que todo maçom não pode fazer: dizer a verdade. Quando descoberto, Silas vai e faz pior. Ele responde:
“Coisa triste é ver um pastor ignorante. Tem muitos pastores falando do que não sabem. Só o conhecimento nos livra deste mal, por isso é bom se informar antes”. Ele prossegue “É lógico que nós abominamos sociedades secretas, mas Rotary e Lions nada têm a ver com isso. São sociedades abertas, instituições sérias, éticas e que desenvolvem trabalhos importantíssimos junto a comunidade. Eu já palestrei nos encontros deles. Já fui convidado a participar. Só não participo porque não tenho tempo. Membrar-se ao clube, em absolutamente nada prejudicaria a nossa fé”.
ROTARY CLUB
Segundo informa o site oficial desta organização, o Rotary é uma rede mundial de voluntários dedicados à prestação de serviço social. Fundada pelo maçom Paul Harris, em 23/2/1905, em Chicago, EUA, a instituição tem como lema “dar tudo de si sem pensar em si”. Suas metas são “melhorar a qualidade de vida da humanidade reduzindo disparidades mundiais em áreas como saúde, educação, agricultura, saneamento, recursos hídricos e pequenos negócios”, assim como promover a paz e a harmonia entre os homens. Não sectários e apolíticos, os Rotary Clubes são abertas a todas as raças, culturas e credos, e estão espalhados por diversas partes do Brasil e do mundo. Homens, mulheres, jovens e adolescentes integram os diversos programas da ONG. Para os jovens de 14 a 18 anos, o INTERACT. Para os universitários formados entre 18 e 30 anos, o ROTORACT. Após os 30 anos, o cidadão pode ser membro efetivo do Rotary.
LIONS
Extraído do site maçom “www.fraternidade.org.br”, revela que maçons famosos fundaram diversas entidades que prestam serviços a humanidade, vejamos alguns exemplos: Os escoteiros por Robert Baden Powell, os Clubes de Rotary por Paul Harris, os Clubes de Lions por Melvin Jones, os grupos de jovens DeMolays por Frank Sherman Land.
Concluímos….
Silas defende Lions e Rotary e diz que estas entidades não são ligados à maçonaria, com base na sua própria intuição? O “ pastor burro” fica para quem o contraria: associar essas instituições à maçonaria é desinformação? Insiste dizer que não é maçom e chama a maçonaria filantrópica de sociedade aberta, ética, instituição séria somente por desenvolverem trabalhos importantíssimos junto à sociedade? Pratica intercâmbio teológico com instituições maçônicas, promove campanhas para candidatos políticos e interage com os Poderes Estatais e está entre as elites brasileira e não é maçom? Revela o poder de transformar trevas em Luz e formatar como lícito o imoral! São estas manifestações satânicas que nos motiva a falar de apostasia da fé e maçonaria. Maranata !
............................
xxxxxxxxxxx
.............................
Será? Como negar se teve até o 1o. Encontro de Evangélicos Maçons?
O deputado João Campos


MAÇONARIA: “Pastor e Deputado Daniel Messac de Morais” processa Pr. Daniel Batista com ação civil de reparação de danos morais.
Parlamento Evangélico Inatingível. O requerente Daniel Messac socorre-se da presente ação para demonstrar-se vítima de uma violação de honra e imagem, o qual diz estar lhe acarretando danos de ordem moral (por conta de nossa manifestação e opinião bíblica em relação a sua passagem pela maçonaria de Goiás/G.O.G como registra o site oficial da Ordem – http://www.gobgo.org.br ).
O Deputado e Pastor Daniel Messac considera tal denúncia “inverídica”. Afirma estar afetado em seu ânimo psíquico e moral pelas repercussões desta matéria. Sente-se prejudicado no seu desempenho como parlamentar-representante do povo evangélico por meio das difusões desta notícia que considera difamatórias e caluniosas. Na qualidade de parlamentar quer tornar “dano moral” a exposição deste Pastor e provar em júri especial que sua vida pública (o qual não recorremos para tal avaliação) está acima de qualquer suspeita, no qual leva o “Requerente” ao direito de méritos oficiais: não ser incomodado “exposto” por nenhuma atividade de natureza Bíblica ou opinião avaliativa de Fé que venha dizer como seria sua vida como Pastor e Evangélico à Luz de Cristo. Um Estado Democrático que lhe dê direitos Políticos e Poderes Constitucionais para fazer o que quer com a Igreja e sua função Pastoral. Idêntico o que pensa o Bispo Manuel Ferreira e todo restante de líderes evangélicos da Assembléia de Deus Madureira, o qual transformaram púlpitos em palanques eleitorais e as ovelhas de Cristo verdadeiros papagaios partidários.
Concluo nesta mesma petição. Continuarei no mesmo parecer que antes, a saber Cristo. Não darei liberdade a nenhum Parlamentar eleito pelos evangélicos. Minhas razões são Bíblicas e o meu ofício é Pastoral. Esta intimação judicial mostra o tipo de justiça que o Deputado e “Pastor” crê e se resguarda em defesa própria assim como os demais. Espero poder estar contribuindo com minha presença neste tribunal. Minhas expectativas são as melhores e não hesitarei em expressá-las.
Segue abaixo o pedido de defesa do Requerente Daniel Messac ao Réu Pastor Daniel Batista:
Carta precatória de citação para audiência pelo requerente Daniel Messac de Morais contra ao requerido Pastor Daniel Batista. Ação de procedimento do Juizado Especial Cível (Leis 9099/95 e 10259/01) e Juíza Denise Gondim de Mendonça da Escrivania do 4º Juizado Especial Cível da Comarca de Goiânia-GO.
A competência para o processamento da presente Ação Cível de Reparação de Dano Moral deve ser fixada com base natureza do dano causado à parte, conforme disciplina o próprio art. 100, V, a, do Código de Processo Civil. Com efeito, o fato de o ato, para o qual se requer a respectiva reparação, ter sido divulgado na internet, destaca como competente o juízo de Goiânia para o processamento da ação.
O autor surpreendeu-se ao constatar que uma matéria postada no blog do Pastor Daniel Batista, no site Hora da Verdade – revela que havia participado de uma reunião da maçonaria, uma espécie de culto de iniciação no dia 03 de agosto passado no Hotel Guanabara no Rio de Janeiro. Segue transcrição literal a notícia, a qual ainda pode ser encontrada no site: “MAÇONARIA EVANGÉLICA REUNIDA: Pastores e Deputados Federais João Campos e Daniel Messac.

..................
xxxxxxxxxxxxx
..........................


“FALA MALAFAIA” ABNER FERREIRA E A MAÇONARIA EM VERSO DE “AGUIA DE HAIA” 
Maçonaria e suas tramas. Estes “Agentes revolucionários” de ação política sabem, como ninguém, expandir Milícia. Dividida em fases de desenvolvimento institucional, expansão territorial e ascensão política, a maçonaria esbanja vasta lista de ex-presidentes, dirigentes de empresas multinacionais, banqueiros, megainvestidores, filósofos, cientistas, membros do parlamento, clérigos, lideres religiosos etc. Intelectuais de todos os níveis nas mais diversas áreas infiltrados na sociedade para implementar mentiras. Uma fortaleza política que concentra poderes e cresce por meio de seleções. A mente arquiteta do futuro governo do anticristo (Nova Ordem Mundial) que não pode ser vista ou identificada, por que sabe se esconder.
O símbolo da expansão. Domina por que agrupa manipuladores de massas. A estratégia existe e funciona: “deixar entrar na Ordem qualquer que tenha o papel de excitar ou inflamar as paixões do povo.” Figuras humanas que possam oferecer aos homens tantas opiniões diferentes que chegam se perder da visão global. Eles trabalham para que a sociedade pública chegue a conclusão que o melhor é não ter opinião. São “cordeiros levados aos lobos” por causa de suas mentiras. Estas ferramentas “humanas” da maçonaria precisam de popularidade e o papel da mídia seria torná-los notáveis. A maçonaria precisa de celebridades, as celebridades da popularidade.
 Ética Maçônica. Organizados em grêmios secretos, de aspecto laicista, sempre envolvidos no mistério e sentimentos ocultos. Permutam sinais, toques e gestos. Encobrem para se descobrirem. Recorrem ao vocabulário próprio. Fica claro, o sincretismo e o caráter misterioso é a arma de ferro desta Ordem. Um bom maçom nunca revela os segredos da maçonaria. Não expõe idéias ou convicções da irmandade. Evita ser identificado como maçom. Sempre especulativo no campo para cumprir o papel de manipulador. Deixa rastros e aperfeiçoa métodos, e sabe que o símbolo da expansão sempre tenta transformar mentiras em verdades.
Maçonaria EvangélicaNeste caso, a metodologia de um maçom evangélico não muda: (1) Encobrir para se descobrirem (2) Permutar sinais, toques e gestos (3) Recorrer ao vocabulário ou versos próprio. Como “agentes revolucionários” da maçonaria precisam transmitir confiança aos seus adeptos como se “não gostassem” de maçonaria. O maçom quer ser pastor precisa de um disfarce que esteja acima de qualquer suspeita. Rende mais quando oculto. Um maçom “pastor” sem carisma evangélica não gera paixões e excitações para Ordem. Para cristãos terem hábitos e pensamentos maçônicos, a saber a “Filosofia”, e a Igreja vir estabelecer coligações com a República, estes “enviados” são capazes de se travestir de tudo.
“Fala Malafaia”. Caso típico de um maçom evangélico. Silas diz não ser maçom, mas está coberto de razões maçônicas ou coligações que falam por si mesmo. Em seu programa “Fala Malafaia” Silas chamou para debate o que considerou “Filho de um grande líder das Assembléias de Deus” (Bispo Manuel Ferreira adepto da Igreja da Unificação de Rev. Moon e um dos promotores do ecumenismo “diálogo inter-religioso” que a maçonaria “idealista” vem representando pelos encontrões religiosos no “Global Chip”). Silas ainda faz questão de considerar “amigo seu” o então Abner Ferreira (Representante das Assembléias de Deus Madureira, a mesma de seu pai Manuel Ferreira) que alguns instantes à frente de suas considerações amorosas a Silas citará um verso de “Rui Barboza” cujo título poético seria “Águia de Aias” (54:25 do vídeo acima).
 Rui Barboza Grão Mestre
Para os doentes por política. Rui Barboza era Grão Mestre da Maçonaria do Grande Oriente do Brasil e um dos principais colaboradores da expansão. Iniciado como maçom na Loja América em 1869, ele é um dos pilares da pirâmide de fundação da maçonaria política no Brasil.Fim do Império e o Início da República sob a vista de uma era militar. A campanha Republicana de 1883 e 1889 incrementada pela questão militar, causando um sério atrito entre maçons de visão liberal e conservadores que levou ao levante “Golpe Militar” de 1889 pela implementação do regime Republicano, sob a liderança de maçons Benjamim Constant Botelho de Magalhães( do partido liberal e responsável pela idéia a inscrição “Ordem e Progresso“) e Manoel Deodoro da Fonseca(pag.147; h.g.o.b) põe fim a soberania de D. Pedro II. Proclamação da República sob a liderança de Marechal Deodoro no dia 15 de novembro de 1889. Nomes como Benjamim Constant Botelho de Magalhães, Pai da República e maçom, desenvolveu uma par de revoluções e atividades militares com atuação de muitos maçons, Lojas e clubes republicanos de inspiração maçônica, destacando-se Quintino Bocayva(Grão Mestre e fundador do Jornal A República); Campos Sales(futuro Presidente da República); Prudente de Moraes( Primeiro Presidente civil da República); Silva Jardim, Rangel Pestana; Francisco Glicério; Américo de Campos; Pedro de Toledo; Américo Brasiliense; Ubaldino do Amaral; Aristides Lobo; Bernardinho de Campos e outros.(pag 146-h.g.o.b). A Iniciativa maçônica era intervir no 3º Reinado apresentado a Câmara Municipal de São Borja em 31 de outubro de 1887 propondo uma Assembléia Geral a intervenção na sucessão de Reinado, uma Senhora obcecada por uma educação jesuíta e casada com um príncipe estrangeiro. D. Princesa Isabel ficaria condicionado ao respeito e tolerância a Maçonaria e obediência total a G. O. B. Preparado em segredo, nos meios militares e nas rodas republicanas, com grande números de maçons, o levante que deveria acontecer no dia 20 de novembro de 1889. Dia 10 havia sido decidida a queda do império em uma reunião na Casa de Benjamim Constant ao qual estiveram presentes Francisco Glicério e Campos Sales, todos maçons. Implantada a República, Deodoro assume o poder.
República Velha. (1ª República) Estabelecido “Governo Provisório”chefiado pelo Marechal. Deodoro da Fonseca, no qual todos os membros do ministério empossado no dia 15 de novembro eram maçons.Durante o governo provisório, foi decretada a separação entre Estado e Igreja; Foi concedida a nacionalidade brasileira a todos os imigrantes residentes no Brasil; Foram nomeados governadores para as províncias que se transformaram em estados.
Eleitos pela maçonaria para desenvolver cargos na República, sendo todos maçons(pag.149, 310; h.g.o.b):
Chefe do Governo: Marechal Deodoro da Fonseca
Ministro do interior: Aristides Lobo
Ministro da Justiça: Campos Sales
Ministro da Fazenda: Ruy Barboza
Ministro Relações Exteriores: Quintino Bocayuva
Ministro da Marinha: Eduardo Wandenkolk
Ministro da Agricultura: Demétrio Ribeiro
Ministro de Guerra: Benjamim Constant
Desde a implantação da República até a eclosão do golpe de 1930 a maioria dos presidentes do Estado eram maçons: Prudente de Moraes; Jorge Tibiriçá; Américo Brasiliense; Bernardinho de Campos; Campos Sales; Fernando Prestes; Albuquerque Lins; Altino Arantes; Washington Luiz; Carlos de Campos; Júlio Prestes(pag.160 h.g.o.b).
“Fala Malafaia”. Para piorar a situação de Silas. Seu “AMIGO” e “IRMÃO” Abner Ferreira das Assembléias de Deus Madureira, com todos os cortejos com Silas, cita o verso de um dos maiores Grão Mestre da maçonaria na história brasileira, e como político e parlamentar eleito pela povo evangélico, faz questão da pronúncia “Águia de Haia” que seria muito mais que um verso de um maçom histórico , também, uma loja maçônica de Belo Horizonte – MG (Águia de Haia nº 214).
Concluímos…
A pessoa do maçom não pode falar pela figura do “Pastor”. Homens como Silas Malafaia e Abner Ferreira, como outros líderes evangélicos, não podem ser sinceros a tal ponto de arriscarem suas gargantas. O papel é excitar e inflamar as paixões do povo evangélico com as políticas e utopias com seus programas diários. Quando Silas fala que não é maçom a maçonaria entende. Esta atitude busca não comprometer o plano de ação desta Ordem dentro da Igreja, ou então, não servem mais para a maçonaria. (1) A primeira compreende os dias da loucura dos cegos (2) A segunda é a demagogia, de onde nasce a anarquia, depois o despotismo legal, invisível e ignorado, exercido por uma sociedade secreta na figura patética do pastor. A força reside no invisível, precisa ser inteiramente ignorada pelo público cristão. Os mesmos que agora destroem o próprio princípio da Divindade e do Espírito, substituindo a Fé pelos cálculos e necessidades materiais. Para que os espíritos dos cristãos não tenham tempo para raciocinar e observar por estarem distraídos pelos debates “direitos civis” e “vida pública”. Destruindo a cristandade com especulações industriais e os choques da vida econômica, ao mesmo tempo, que despertam profunda repugnância pela política superior e pela religião que representam. Este caso é típico de um maçom. Encobrir para se descobrirem. Permutar sinais, toques, gestos e versos. Recorrer ao vocabulário ou versos próprio. Como “agentes revolucionários” da maçonaria precisam transmitir confiança aos seus adeptos como se “não gostassem” de maçonaria.
................
xxxxxxxxxxxxxxxxx
...........................


A maçonaria Evangélica de Goiás (GOEG) sai das tocas do enigmatismo para disputar o ranking da sinceridade. Mais de 60 maçons evangélicos foram iniciados no dia 03 de agosto, Hotel Guanabara, Rio de Janeiro, com direito à cerimônialidades no “Rito Escocês”, sigla referencial(Movimento de Integração dos Evangélicos Maçons) e a entoação de um hino de demonstração sobre a Ordem, intitulado “Somos Um Pelos Laços do Amor”. Quanto amor.
A comemoração foi selada com pronunciamento de incentivo espiritual, por parte de Pastores evangélicos-maçons, citados abaixo, visando fortalecer a prática maçônica no cristianismo como sua harmoniosidade. Um partido de maçons formado somente de evangélicos que não tem medo de mostrar a cara; Falamos de coragem ou desacato proveniente do conformismo deliberado que está no meio cristão(nada mais estarrece o povo). O desafio destes legendários de satanás é convencer a outra grande parte da liderança evangélica, ainda oculta, agir com a mesma sinceridade. Entre os presentes estavam os maçons: Pastor Lindemberg Mendes Viana, da Loja Estrela do Rio Comprido – GOB/RJ que dirigiu o culto, e Klaus Fins que orientou a reunião, na qual foram traçadas metas e objetivos. Os especiais e integrantes da Potência: Deputado Federal João Campos e Deputado Estadual Daniel Messac, que também são líderes evangélicos e políticos relacionados ao Grande Oriente do Estado de Goiás, estão citados no site oficial do G. O. G. como freqüentadores das instalações maçônica. Os pastores evangélicos-maçons, João Campos e Daniel Messac recebem considerações do Grão-Mestre, Barbosa Nunes, recebido no exercício da função, em reconhecimento aos esforços dos Deputados para que esta união estivesse partidarizada: maçonaria e liderança evangélica.
Pastor Lindemberg Mendes Viana – O que dirigiu o culto maçônico. Diretor de Capelania da OTIB (ordem Federal de Teólogos do Brasil); Professor de Capelania da Fatum Faculdade Teológica Universal; Pastor Presidente do Ministério Ruach; Diretor de Capelania da OTIB-Federal (ordem Federal dos Teólogos do Brasil); Filiado à OMEB (Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil); CGADB (Convenção das Assembléias de Deus do Brasil); COMADERJ (Convenção de Ministros das Assembléia de Deus do Estado do Rio de Janeiro; CIMEB (Convenção Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil); UCEBRAS (União de Capelães Evangélicos do Brasil).
Pastor e Deputado Federal João Campos – Amigão do Bispo Manoel Ferreira. Pastor Assembleiano e Deputado federal pelo (PSDB/GO) líder da FPE (Frente Parlamentar Evangélica). Lembra dele? Defendeu a si próprio e também o líder máximo da Convenção Nacional das Assembléias de Deus no Brasil – Ministério Madureira, Bispo Manoel Ferreira do suposto envolvimento com o reverendo Moon, líder da seita “Igreja da Unificação. Agora está citado no site da Ordem(GOG) como membro político da maçonaria.
 Pastor e Deputado Estadual Daniel Messac – Pastor da Igreja Assembléia de Deus Madureira, também está como integrante da maçonaria como evangélico e político do Grande Oriente do Estado de Goiás.
 RITO ESCOCÊS
Vamos entender quais seriam os passos de iniciação “obrigação” que estes pastores, bispos, apóstolos do meio evangélico precisariam submeter-se para entrar na maçonaria(GOB). O Rito Escocês seria o mais antigo e aceito, o mais praticado no Brasil como ritual de iniciação.
Primeiro passo, o aprendiz tem seus olhos vendados, e com o peito aberto é levado ao templo por um maçom que vai acompanhá-lo por toda a cerimônia. Segundo passo, antes de começar a iniciação o candidato é girado em torno de si para perder o senso da direção.A seguir começa s cumprir as provas que representam a passagem por fogo, água, terra e ar. Numa delas ouve-se espadas tinindo ao redor do templo. Terceiro passo, o candidato é submetido a montanha-russa, aonde encontra-se um obstáculo: uma gangorra aonde sobe sem saber que está prestes a cair. Logo em seguida é dirigido a uma almofada cheia de pregos em que é convidado a sentar e descansar. Os metais serão retirados um pouco antes dele sentar. A idéia é testar sua confiança. Depois é levado para uma pia, aonde se purifica lavando as mãos, e é incensado três vezes. Quarto passo, o iniciado se compromete ao sacrifício pela pátria, pela humanidade e pela ordem maçônica. O venerável mestre então manda imprimir em seu peito uma marca que o tornará reconhecido por todos maçons – na verdade, aproxima da pele um pedaço de ferro aquecido que transmite a sensação de calor. Quinto passo. Sim ou não – Após se comprometer a guardar em segredo tudo o que escutar ou fazer na maçonaria, o iniciado deixa o templo para que os maçons avaliem se ele foi aceito ou não. Em caso positivo, o rito segue. Com um compasso numa mão e outra sobre a bíblia, o iniciado faz umjuramento(logo abaixo; leia com atenção). O mestre diz no final: “ De hoje em diante, estais ligado para sempre em nossa ordem”. Sexto passo, o iniciado sai da sala e quando volta, encontra o templo às escuras e todas as espadas apontadas para ele. Só umsustinho.As luzes são acesas e, com a espada sobre a cabeça, o iniciado recebe o avental de aprendiz e ouve a revelação dos segredos como toques, palavras e sinais. Está para sempre na maçonaria.
Juramento do aprendiz “iniciação”
 Tudo isso eu prometo e juro com a maior solenidade e sinceridade, com uma resolução firme e inabalável de realizá-lo, [...]prendendo a mim mesmo com uma penalidade nada menor do que ter minha garganta cortada, minha língua arrancada pela raiz e meu corpo enterrado nas areias ásperas da praia, com maré baixa, aonde as águas sobem duas vezes por dia, se eu conscientemente violar um destes compromissos de iniciação de aprendiz. Que Deus me ajude e me guarde inabalável na devida realização do mesmo(Venerável Mestre:) Em sinal de sua sinceridade, você agora separará suas mãos e beijará o livro que descansa nas suas mãos, que é a Bíblia Sagrada.
Aqui estão as mentiras do ritual! È evidente que se trata de um pacto de silêncio com esta Ordem. Caso tenha a sua garganta cortada e a língua arrancada, isso violaria o dever do candidato para com sigo mesmo, sem mencionar sua família, que o ama e depende dele. Mais importante ainda, esse juramento viola o dever do cristão para com Deus e quebra, em recorde os seus mandamentos sagrados. Alguns maçons teimam em dizer que tal ritual de iniciação, como seus juramentos, são simulações e não significa nada o que ele representa neste rito. São bestas feras e inconseqüentes os tais que buscam introduzir a maçonaria no cristianismo ou prática pastoral.
Para muitos, a maçonaria é uma associação de caráter universal, cujos membros, são homens livres, de bons costumes, cultivam a justiça social, aclassismo, humanidade, os princípios da liberdade, democracia e igualdade, aperfeiçoamento intelectual e fraternidade. O outro lado desta Ordem, oculto nas trevas, a realidade é muito pior do que isso.
RITO DE YORK
O mesmo, insiste em que seus companheiros façam juramento de sangue comprometendo-se a ter a orelha cortada, sua língua dividida ao meio até a raiz, seu coração arrancado e colado para apodrecer monte de estrume, o seu crânio aberto e seus miolos expostos aos raios do Sol do meio-dia, se eles violarem seus juramentos. Que belo valor cristão!
No ponto alto da iniciação é quando o candidato é trazido diante de uma mesa grande, triangular, coberta com veludo negro, iluminada por velas e contendo onze cálices prateados e um crânio humano entronizado sobre uma Bíblia. (Crânios tem destaque em todas as iniciações).
Vejam as declarações do Sr Clérigo Católico e respeitável Maçom Eliphas Levi, quando deixa claro a sua adoração luciferiana : – “satanás é aquele anjo suficiente orgulhoso para acreditar que era deus. Corajoso o suficiente para comprar a sua independência ao preço da sua eterna tortura e eterno sofrimento. Belo suficiente para ter adorado a si próprio em divina luz. Forte suficiente para reinar na sua escuridão em meio a agonia e para ter feito um trono para si próprio desta pira inextinguível(Eliphas Levi – 1860 – Histoire de La Magie (pag 16 e 17).
Um dos maçons mais respeitados, tido como o pai da maçonaria( Albert Pike )apela á Ordem com devidos sentimentos luciferianos ” Lúcifer é Deus..E a verdadeira e pura religião filosófica é a crença em Lúcifer, o igual de Adonai..” Lúcifer o portador da Luz! Será ele o que traz a luz, e com seu resplendor insuportável cega as almas fracas, sensuais e egoístas? Sem dúvida que não! Pois as tradições estão cheias de revelações divinas e inspiração, e a inspiração não pertence a uma era, nem a um credo. Quando um maçom descobre que a chave para um valentão do pedaço é a aplicação apropriada do dínamo da força vital, ele aprendeu o mistério da sua arte. As energias ferventes de Lúcifer estão em suas mãos. (Intructions to the 23 Supreme Council of the Word grand Commander,Sovereign Pontiff of Universal Free Masonry – July 14 1889).
Concluímos….
Precisa muito mais do que um texto para expressar os desígnios satânicos desta seita mundial chamada: Maçonaria. Relacionar cristianismo com esta facção de demônios, é muito mais do que anti-bíblico, estúpido e satânico. São mensageiros de satanás vestidos de pastores e lideranças do bem. Cabe ao leitor buscar a preparação em Cristo e orientar-se a respeito das conseqüências desta união(Igreja e Estado). Estes missionários da NOVA ORDEM MUNDIAL estão à usurpar a prerrogativa cristã para introduzir mentiras, heresias e contradições no meio evangélico(ecumenismo, pacifismo, ambientalismo), a fim, de enfraquecer a Igreja e inibir a proclamação do evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo na sociedade atual. A Igreja está infectada de filosofias maçônica.Virou reduto de apologistas do liberalismo. Palanque de politicagens e lobismo.
Existem evidencias e confirmações que esta Ordem(GOB) manda e desmanda em grande parte das Igrejas Evangélicas tradicionais no Mundo desde a segunda Guerra Mundial. No Brasil, o álibi foi a repressão política. Ato promovido pela Ditadura, aonde grande parte da liderança evangélica, com medo de morrer, perder poder e regalias, se rendeu as ofertas da Ordem.
O pior ainda está para vir: a normalidade da vergonha. Este caso é a ponta do iceberg. A maçonaria evangélica, a mais forte, ainda se esconde como ratos no esgoto. O fato chegou por um deslize. O festejo que virou publicação virtual. Pensemos: quantas almas que não glorificaram a Jesus em encontros promovidos pelas Assembléias de Deus, acatando como ensinamento-cristão a fala destes senhores, que se dizem pastores mas não são! Em aperto de mão e no abraço cristão, os receberam como “homens de Deus” cheios da unção. Olhe para a face dos Deputados João Campos e Daniel Messac. Maçonaria tem cara? Não. Tem fala maçônica! O Pastor Lindemberg Mendes Viana com todas as formalidades Assembleianas também não enganou com sua linda capa de lã?
Enquanto eles comemoram o fortalecimento da Ordem anticristã, á custa da ruína da Igreja, clamamos pelo Sangue de Jesus, anunciamos os fatos e avisamos à todos: vamos santificar nossas vidas para Jesus, orando com todas as súplicas, alertando as almas com a mesma firmeza da fé que todos os santos de Cristo nos testemunharam antes de nós! Maranata ! Jesus está voltando !

...........................
xxxxxxxxxxxxxxxxx
............................

Malafaia responde:


Caio Fábio responde:




..................................
xxxxxxxxxxxxxx
..........................................

Saiba mais:

O TSE faz propaganda dissimulada para Maçonarina Silva (sic, Marina Silva)???

http://josecarloslima85.blogspot.com.br/2014/09/o-tse-faz-propaganda-dissimulada-para.html


Nenhum comentário: